2014/11/06

O tempo mudou, o frio instalou-se e as mazelas que fui coleccionando pelo corpo dão sinal.
Tinha saudades do frio. Mesmo que tenha de parar de escrever às vezes para aconchegar o casaco no peito ou puxar as meias para tapar as canelas. Gosto do frio. Não gosto do frio, gosto do aconchego das mantas, dos casacos de malha, das meias de lã, da sensação do edredom por cima do corpo, quase como um braço que me segura à cama.