2012/02/01

Ok, estamos em fevereiro

os dias 1 estão cheios de promessas. ou acho eu que estão. entretanto comecei a ler um livro de Gonzalo Torrente Ballester. logo hei-de dizer o que acho.

hoje é dia um e eu vou começar qualquer coisa. porque é dia um, e se há sempre um início e um fim a cada 30 ou 31 dias, por alguma razão será. e pela minha experiência não terá rigorosamente nada que ver com pagamentos... (ah! tinha aqui um acrescento tão bom de se fazer, mas tinha de nomear pessoas que depois me podiam pôr em tribunal por calúnias - se não fossem verdades - isso ou pior: chamavam a SOPA e eu desde pequenina que não a gramo por aí além...)

hoje é o dia 1 do mês mais curto do ano, ainda que seja mais comprido que o costume. estamos num ano bissexto. o que é uma coisa um bocado parva para se ser. a não ser que se seja uma semana. uma semana bissexta era boa, porque tinha duas sextas. certo? o que para mim ia dar no mesmo, porque tenho de trabalhar, mas o mundo seria mais feliz certamente. e se há coisa de que gosto é de ver gente feliz.

por isso é que a ideia de fazer outra festa no nosso estaminé me anima. a felicidade, euforia, boa disposição. veremos. sábado lá estaremos. e se tudo correr bem, vou estar bem disposta. mas nnca se sabe. não se deve confiar cegamente em nada, e muito menos na minha disposição.

está frio e isso faz-me dores nas costas. não por causa do frio, mas por me encolher, o que faz com que sinta necessidade de me espreguiçar muitas mais vezes ao dia do que seria normal. na verdade não é um "espreguiçamento", mas um esticar dos músculos, tendões e ossaduras da zona dos ombros, pescoço, braços e mãos. naturalmente que neste exercício atabalhoado, (como são todos os exercícios físicos desenvolvidos por mim, por razões que obviamente se percebem se acaso conhecerem a minha dislexia física e a incapacidade de movimentos harmoniosos) também a gordurança e a pneuzada toda dança e há até algumas bóias que têm a ousadia de se colocar à espreita naquela zona da anca que fica mais destapada quando a camisola sobe por virtude dos meus movimentos estudados e eficazes para combater as espandiloses que me vão minando o lombo todo.

E era isto pá! Tou gorda. e hoje já é dia um.