2012/02/24

Não me inspira este coiso blogger novo

não me decido por onde começar.
gosto de fazer planos secretos, mas sei que quando os revelo é meio caminho andado para deixarem de existir. e dize-los em voz alta é assumir responsabilidade para com eles - os planos. por isso guardo-os cá dentro. até eles se desvanecerem por si só. ou até me resolver a deitar mãos à obra.

não quero fazer nada do que é preciso fazer. quero fazer o que quero sem a responsabilidade de ter de o fazer. olha. assim. sem mais nada. descobri. é isso. não quero ter a responsabilidade de fazer as coisas. quero faze-las só.

perdi qualquer coisa no caminho. e não sei onde a perdi. se voltar para trás encontro?