2013/11/27

o problema

é que enquanto eu acreditei que o problema eram as pobres escolhas em termos de carreira, de vida, de curso, de trabalhos eram a causa da minha instabilidade, a coisa estava mais ou menos equilibrada. sentia-me zangada às vezes, mas era comigo. outras vezes consolada e pensava que afinal valia a pena, quando chegava algum resultado positivo de um trabalho.

agora, que me vou apercebendo que o problema não sou eu, nem o meu pouco talento para fazer escolhas seguras é que a coisa se complica.