2011/01/05

importa dizer que os temas são mais que muitos

a forma de abordagem é que não seria a mais polida.
mas talvez uma boa resolução de 2011 seria eu deixar-me de merdas e escrever mesmo com as letras todas o que me apetece e não pensar 200 vezes na bosta, andar com ela às voltas, cheirá-la, mudá-la de sítio para depois simplesmente deitá-la fora em vez de lhe dar um proveito conveniente.

e agora acho que me perdi na metáfora porque não encontro "proveito conveniente" para uma bosta.



largá-la nalgum campo que precise de adubo!

é que uma pessoa lê com cada coisa! e ainda há a hipótese de ouvi-la! como se não bastasse! e depois o pior é que não há quem diga nada. e eu ando com a bosta nas mãos!