2011/01/19

E continuo em modo Teatro Anatómico

Um único senão: gostamos mesmo muito que façam de nós parvos

Na crónica de hoje no Público, o (excelente) Rui Tavares escreve que “Cavaco está – quase de forma extraordinariamente transparente – a fazer dos eleitores parvos” e a “contar com a nossa estupidez”, pelo que devemos, pelo menos, “fazê-lo passar por um mau bocado”. O raciocínio tem, porém, um senão. Os eleitores são tão parvos, e são-no de forma tão efectivamente patética, que já deram quatro vitórias eleitorais a Cavaco, três das quais com maioria absoluta.