2008/01/23

...

dúvidas, perguntas, questões
cornucópias, interrogações, pontos
finais
continuações, longas metragens de filmes privados
dramas portas adentro
o vento entra pelas frinchas e vira tudo de pantanas
os caixotes das fotografias, dos papeis velhos
das cartas secretas deixaram voar tudo
como bandos de andorinhas folhas a4 pelas ruas
um vendaval não deixa nada assentar
sento-me eu, numa esquina
num canto onde ninguém me possa ver
onde ninguém me olha nos olhos
ninguém te pode ver no espelho que eles são