2007/12/03

:

olho para ti dentro da minha cabeça
e uma imagem sobrepõe-se a todas as outras do meu álbum
o teu sorriso tonto pousado na almofada
foges do mundo com esse sorriso
como se ele te pegasse pela mão
e te levasse flutuando
um sorriso tão simples e tão puro
mais forte que qualquer gargalhada
ou qualquer outro riso em qualquer outra circunstância
em que nos tenhamos cruzado
e abres os olhos
o sorriso persiste,
até que a realidade toma conta de ti
o sorriso larga-te a mão
vai-se
a pressa torna
a vida volta
o mundo todo tal como estava
como se nada tivesse acontecido