2007/11/18

...


desaparecer, transformar em pó
dividir-me pelos canais do vento que me levem para longe
para um sítio onde possamos estar,
onde possamos estar os dois,
eu ou a que invento todos os dias
tu ou o que imagino que tu sejas.
um ser mais perfeito, dois seres mais perfeitos,
menos humanos
quero que sejas outro, aquilo que eu vejo quando te vejo
porque há vezes, e são muitas, em que olho e não vejo.
apenas assisto.
e enquanto assisto, desisto