2013/06/17

Um abraço muito grande para os professores deste país que continuam a acreditar que é possível (e fundamental) uma boa escola pública e que daí depende o futuro do país. 
Um abraço para os que, acreditando nisso, hoje não trabalharam. Um abraço apertado para os professores a quem o dia de greve lhes fez apertar (ainda mais) o orçamento do mês que vem. Um abraço para os alunos e pais que apoiaram esta luta e a entenderam como ela é: de um lado os que defendem os seus (e dos alunos e por extensão de todos nós) direitos e do outro um teimoso, obstinado e daqui a não muito tempo (espero!) um ministro - governo demitido.