2012/01/04

Hoje é dia 4 de Janeiro

O meu pai faz anos.
Esteve um sol maravilhoso de inverno.
Está um frio que só sabe bem porque há um aquecedor.
Porque há um aquecedor, chegou a conta da luz a 23% e eu não quero pagá-la.
Amanhã é o dia de nova experiência. Deixa lá ver como se safo...
2012 já começou e eu não sinto grande diferença.
Tenho coisas para fazer, mas só me apetece não fazer nada.
Não sei o que hei-de vestir amanhã, mas estou esperançosa que me dê um ataque de bom gosto às sete da manhã.
Ando com os sonos trocados e não sei como é que é suposto acordar amanhã às sete da manhã.
Tenho um incenso novo que cheira bem, mas eu não atino muito com isto.
Na sala não tenho frio, mas quando me vou deitar o quarto está gelado e eu ainda tenho lençóis de verão. no entanto, os edredons em camadas aquecem-me.
Quase que tenho uma agenda nova que eu fiz, só falta forrar. Vou esperar por um dia de folga.
Estou a sentir-me mais descansada e des-stressada que há quinze dias, mas ainda não estou grande coisa.
Prioridades são prioridades e às vezes é difícil saber quais são as minhas. Mais ainda as prioridades de um grupo.
Amanhã tenho de acordar às sete da manhã. E não sei como é que vou fazer isso.
Não sou boa organizadora. Nem da minha vida. E ultimamente tenho piorado. Porque me esqueço das coisas. Ou é da idade ou preciso mesmo de férias.

Uma semana em qualquer lado, mesmo que fosse em casa. Sem chatices, sem horários, sem compromissos, sem hora de abrir e fundamentalmente sem limpezas.
Parabéns Pai. Vou-me deitar que amanhã tenho de acordar às sete e não sei como é que vou fazer isto...